Make your own free website on Tripod.com
E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. João 17:3                                                              Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e são elas mesmas que testificam de mim. João 5:39
Links:
Na Bíblia
Na História:
O que diz:
Outros temas:

 

O Credo Atanasiano:

Este credo, que é considerado pelos trinitarianos como sendo a mais profunda exposição daquela doutrina que existe atualmente, é assim denominado em honra de Atanásio. Entretanto, Atanásio não escreveu este credo, pois foi escrito muitos séculos após sua morte. Primeiramente, este credo apareceu em Gaul, na escola de Agostinho por volta do sexto ou sétimo século. Enquanto lendo este credo, note as contradições berrantes que o mesmo contém:

"1. Quem quer que seja salvo, antes de toda as coisas é necessário que retenha a fé católica.
2. A qual, a menos que seja mantida íntegra e imaculada por todos, será a razão sem dúvida alguma, pela qual estará perdido para todo o sempre.
3. Mas, esta é a fé católica: Que adoremos um Deus em trindade, e trindade em unidade.
4. Nem confundindo as Pessoas, nem dividindo as substâncias.
5. Pois, há uma pessoa do Pai, outra do Filho e outra do Espírito Santo.
6. Mas, a divindade do Pai, e do Filho e do Espírito Santo éuma só: a glória igual, a majestade co-eterna.
7. Tal como o Pai é, também são o Filho e o Espírito Santo.
8. O Pai não foi criado, tão pouco o Filho e o Espírito Santo.
9. O Pai é imensurável, o Filho é imensurável, o Espírito Santo é imensurável, como o Filho e o Espírito Santo.
10. O Pai é eterno, assim como o Filho e o Espírito Santo.
11. E, entretanto não existem três eternos, mas um eterno.
12. E também não existem três que não foram criados, nem três imensuráveis, mas um que não foi criado e um imensurável.
13. Assim, da mesma forma, o Pai é Todo-Poderoso, o Filho é Todo-Poderoso, e o Espírito Santo Todo-Poderoso.
14. E entretanto, não existem três Todo-Poderosos, mas um Todo-Poderoso.
15. Assim, o Pai é Deus, o Filho  é Deus e o Espírito Santo é Deus.
16. Entretanto não existem três deuses, mas um Deus.
17. Assim, o Pai é Senhor, o Filho é Senhor e o Espírito Santo é Senhor.
18. E ainda assim não existem três Senhores, mas um Senhor.
19. Pois assim como somos compelidos pela verdade cristãa reconhecer todas as Pessoas por Si como sendo Senhor e Deus.
20. Também somos proibidos pela religião católica de dizer que há três deuses ou três Senhores.
21. O Pai não foi originado de nada, nem criado, nem gerado.
22. O Filho é do Pai apenas não feito, não criado mas, gerado.
23. O Espírito Santo é do Pai e do Filho, não feito, não criado, nem gerado mas, procedente.
24. Portanto, há um Pai, não três Pais, um Filho, não três Filhos, um Espírito Santo, não três Espíritos Santos.
25. E nesta trindade, nenhum é antes ou depois de outro, nenhum é maior ou menor do que o outro.
26. Mas, todas as três Pessoas são co-eternas, juntas e co-iguais.
27. De modo que em todas as coisas, como dissemos antes, a Unidade na Trindade, e a Trindade na Unidade deve ser adorada.
28. Aquele que portanto será salvo, deve refletir sobre a Trindade.
29. Além disso, é necessário para a salvação eterna, que creiamos também de maneira correta na en-carnação de Nosso Senhor Jesus Cristo.
30. Então a fé correta é, que creiamos e confessamos que Nosso Senhor Jesus Cristo, o Filho de Deus, é Deus e homem.
31. Deus da essência do Pai, gerado antes dos mundos; e Homem, segundo a essência de Sua mãe, nascido no mundo.
32. Deus perfeito; Homem perfeito, de alma racional e carne humana subsistente.
33. Igual ao Pai, no tocante à Sua natureza Divina, inferior ao Pai no tocante à Sua natureza humana.
34. E embora Ele seja Deus e Homem, ainda assim não édois, mas um Cristo.
35. Um, não pela conversão da Divindade em carne, mas pela ascenção da Humanidade para Deus (para o interior).
36. Um, todos juntos não pela confusão da essência, mas pela unidade pessoal.
37. Pois ssim como a alma racional e a carne racional éum homem, também Deus e Homem é um Cristo.
38. Que padeceu pela nossa salvação, desceu ao Hades, levantou-se dos mortos ao terceiro dia.
39. Ascendeu aos céus; está assentado à mão direita de Deus, o Pai Todo-Poderoso.
40. Donde há de vir à julgar os vivos e os mortos.
41. Em cuja vinda, todos os homens devem levantar-se novamente com seus corpos.
42. E darão contas por suas próprias obras.
43. E aqueles que tiverem praticado o bem entrarão na vida eterna, mas, os que houverem operado o mal, para o fogo eterno.
44. Esta é a fé católica, a qual caso um homem não creia verdadeiramente e firmemente, não pode ser salvo.
(Curtis,W.A.”A History of Creeds and Confessions of Faith”; Schaff, Philip. “Creeds of Christendom.”)